domingo, janeiro 09, 2011

O Comando Ashtar e a Fraternidade Branca


Rodrigo Romo


"Discordando de afirmações referentes ao Comando Ashtar e ao próprio Ashtar serem representações das forças alienígenas negativas, que tem escravizado e manipulado a humanidade, onde muitos dos registros existentes, também foram manipulados pelos Deuses para sustentar o medo e as crendices acoplada a esse tipo de manipulação. A dualidade existe como os estudos de cabala demonstram e muitas linhas religiosas das mais remanescentes perdidas no tempo, isso é uma realidade no âmbito galáctico da criação, assim procurarei explicar sobre a minha experiência e comunicação com outras realidades sobre a relação entre os falsos seres de luz a o Comando Ashtar e os Mestres da Fraternidade Branca, com os quais já tenho uma longa história encarnacional na Terra há 10785 anos dentro do veículo humano encarnado".


Comando Ashtar e a Fraternidade Branca


Por volta de 1917 alguns grupos muito envolvidos em pesquisas históricas, que incluíam antropologia, arqueologia e magismo, estavam buscando respostas para muitos mistérios das antigas lendas terrestres, referentes aos assírios, onde nosso colega Zacharia Sitchin pesquisou e revelou importantes informações em seus maravilhosos livros, além de pesquisas em todos os cantos do planeta sobre as antigas civilizações. Nesse processo muito das informações deixadas pela pesquisadora e canal telepático da Fraternidade Branca H.P.Blavatsky acabaram sendo pesquisadas e levadas a um grau muito profundo de pesquisa, onde muitos aspectos do Kardesismo também foram introduzidos pelo grupo Alemão de pesquisadores, que com o tempo viria a fundar a sociedade secreta Vril. Esse grupo que em principio buscava explicações e formas de libertar a Alemanha do controle financeiro da Inglaterra e dos bancos Judeus liderados pelo Banco Rothschild e seus familiares em outros centros comercias influentes do planeta. Dentro desse clima entre pesquisas esotéricas e questões políticas onde escolas de ocultismos como Ordem Hermética da Aurora Dourada, Ordem Rosa Cruzes, Loja Franco Maçom Inglesa, A Goldem Dawn, Ordem Templo Oriental, Ordem Mistério Místico Eterno, entre algumas das escolas, tinham na época como pesquisadores personagens importantes da nossa sociedade, que marcaram o desenvolvimento cultural sobre muitos pontos de vista, entre esses personagens que vieram a ter contatos com entidades do plano astral e espiritual, incluindo Mestres da Fraternidade Branca, devido à envergadura dos acontecimentos que estavam se plasmando, que culminou também próximo à data de 1918 a 1919 contatos com seres espaciais residentes em bases secretas intraterrenas, nomes como “Florence Farr; W.B. Yeats, Bram Stoker, Gustav Meyrink, Aleister Crowley, Rudolf Steiner, Barão Rudolf Von Sebettendorf, Gurdjieff, Karl Haushofer, Lothar Waiz e Adolf Hitler entre algumas das pessoas que sustentavam essas pesquisas” e obtiveram seus primeiros contatos com realidades além da materialidade terrena.
Entre os contatos obtidos, um grupo de Zeta Reticulli e posteriormente de Grays, ao contatar Hitler e Heinrich Himmler acabou travando acordos com esses extraterrestres, que utilizaram o arquétipo verbal de Ishtar como referência as antigas lendas, o que fortificou a questão da raça ariana proveniente do sistema de Aldebaran, que estava contido nas antigas lendas germânicas referentes a uma raça pura e com poderes especiais, que era a primogênita da galáxia, derivada dos humanos de Lira. Essa informação originou a cruzada contra as outras raças e ajudou a criar o nazismo. Posteriormente outras formas biológicas extraterrestres dos draconianos, em especial os Alfa Dracos e os Xopatz da Ordem do Dragão Negro concretizaram abduções e implantes cerebrais nos principais membros do partido nazista modelando suas intenções de novamente escravizar a humanidade.
Em paralelo outras pessoas desse antigo círculo como Rudolf Steiner que se retirou e formatou através das iniciações do Mestre El Morya e outros ligados a esse arquétipo, iniciou a divulgação de ensinamentos dos Mestres da Fraternidade Branca, que com o tempo acabou se revelando para outros sensitivos, que em muitos casos passaram a contatar seres extraterrestres que se diziam ser de mundos distantes a serviço da luz e buscavam estudar a humanidade. Até então o termo ASHTAR SHERAN não tinha aparecido no contexto ufológico, e sim ISHTAR decorrente das lendas dos assírios e das pesquisas de Hitler e seus agentes da Gestapo. Outra pesquisa profunda sobre a dualidade dos seres espaciais foi com relação a ANI HÁ EL SCHADDAI, que formatou parâmetros contra o povo semita.
Por volta de 1931 surgem os primeiros contatos com a energia do Comando Ashtar pelos grupos envolvidos nas pesquisas, onde informações relativas à aplicação da tecnologia de Nicolas Tesla e da sociedade Vril são inseridas para a humanidade, mas os nazistas criam as primeiras máquinas com essa tecnologia espacial. Até então o comando estelar não interferia diretamente, utilizava os agentes encarnados que, em geral, são mestres espirituais para dar início ao projeto Avatárico sustentado e orientado pela Fraternidade Branca Universal. O Logos Estelar de Alfa e Omega—Lord Arcanjo Miguel da início a manifestação do projeto ASHTAR SHERAN junto às lojas secretas para inserir uma nova realidade devido à era atômica que se aproxima, onde os Grays passam a controlar portais dimensionais da Terra. O Canal e pesquisador Eugenio Siracusa são uma das primeiras pessoas públicas a propagar o Comando Ashtar e a promover a paz entre grupos dissidentes das escolas esotéricas. Assim como Meyer ao contatar os Pleiadianos também promove a denominação do Comando Ashtar, que passa por alguns grupos a ser confundido com o Comando ISHTAR dos rebeldes ligados ao movimento ANTI CRÍSTICO que manipulam as informações. Posteriormente à 2ª Guerra e ao início da guerra fria, o Comando Ashtar começa a se tornar mais ativo mediante canalizações e aparições, onde as abduções estão exclusas como meio de comunicação, apenas contatos diretos e graduais mediante a aceitação sensorial dos terrestres, seguindo as diretrizes de Jesus e Sanat Kumara, além dos Anciões de Dias do Conselho Cármico. Por volta dos anos 50 surgem diversos movimentos americanos ligados aos Mestres Ascensionados como a Summit e equivalentes, que propagam os ensinamentos secretos dos Mestres revelando a existência de Saint Germain, o que se propaga de forma alucinante pelo mundo. Já no início dos anos 60 surge a unificação de conceitos religiosos com extraterrestres, devido aos livros e revelações de alguns pesquisadores como W.R. Drake, E. Von Daniken, James Churchward e seus seguidores, o que dá novo alento à questão dos seres espaciais como nossos colonizadores. Novamente surge o nome do Comando Ashtar ligado aos Mestres da Fraternidade Branca, servindo ao Mestre dos Mestres Jesus Cristo que começa a ser identificado como Mestre Sananda. Com as revelações abertas posteriormente devido à nossa tecnologia de experiências ligadas ao caso Roswell e outros similares no novo México entre 1945 e 1952, o nome do Comando Ashtar passa a ser anexado a quase todas as aparições de naves, o que é um engano, pois a maior parte das aparições está relacionado às naves dos rebeldes residentes e exilado na Terra, que residem em cidades subterrâneas ou nas bases da Antártida, como o colega Ubiratan descreve em outro artigo. Já na década de 90 surge a unificação ampla da relação entre o Arcanjo Miguel e ASHTAR SHERAN e da ligação do Comando Estelar proveniente de diversos planetas com os Mestres Universais da Fraternidade Branca e Estelar, que sustentam a energia da Confederação Intergaláctica. A afirmação do colega Ubiratan na revista Sexto sentido Nº 14, referente de que os membros do Comando Ashtar não são representantes da Fraternidade Branca é equívoca, mas compreensível, devido ao abuso e a manipulação pelas forças trévicas em criar desinformação e pânico na humanidade, além dos Illuminatis gastarem milhões através da CIA, NASA, KGB e outros órgãos influentes para ridicularizar e denegrir a imagem do Comando ASHTAR, o que já vem sendo feito a mais de 40 anos. Conheço milhares de pessoas na área esotérica e ufológica e posso afirmar que muitas nunca encontraram Asthar como acreditam, e sim seus clones ligados aos clones loiros e bonitos que os Grays desenvolveram para dar início à invasão da Terra de forma passiva, devido à credulidade inocente dos terráqueos. Ashtar é um ser Ascensionado a mais de 2 milhões de anos, proveniente do sistema de Toliman e raio direto do Arcanjo Miguel, muitas das pessoas que tiveram um contato em expansões de consciência tiveram a prova disso em seu cardíaco não no seu racional que pode ser enganado. ASHTAR É UM MEMBRO IMPORTANTE DO Comando da Frota estelar e dos Mestres Ascensos, por ser um Cristo e não uma entidade extraterrestre como muitas que se apresentam. Dentro da hierarquia do Comando existem formas de vida que se enquadram entre a nossa 3ª densidade até a 6ª e 7ª que formatam a Federação e acima disso os Mestres Ascensos da Confederação ligados aos Logos Crístico de Micah que é a extensão maior de Jesus.
Existe uma dualidade profunda dentro dessa realidade dos nossos antigos Deuses e criadores, que contabilizam 22 raças espaciais diretas e 315 indiretas, para formatar o código humano terrestre, o que nos coloca em uma situação delicada como chaves para novas mutações genéticas, que os grupos negativos pesquisam para salvar-se da extinção. Mas os seres de luz como Ashtar já transcenderam a fisicalidade e buscam ajudar a nossa alma a também transcender para a 5ª dimensão que se aproxima com a grande mudança orbital da Terra e do Sistema Solar, profetizada em muitas lendas sobre o planeta Chupão, que não é Nibiru ou Fênix o nosso 12º planeta. Herculovos ou Sidérius é um astro navegante de outro ciclo estelar manipulado por forças extraterrestres do Conselho Cármico, que tem a função de fazer o expurgo espiritual e exílio dos mundos em transformação como a Terra. Esse processo de libertação colocará todos os extraterrestres negativos fora da realidade terrena até 2012 segundo informações de Kryon e Yashamil. Outro aspecto importante a ser revelado é que o arquétipo ASHTAR não é um nome próprio e sim um código da operação Resgate espiritual da humanidade, com a ajuda dos entes extraterrestres ligados aos exilados na Terra. Cada ser humano encarnado na Terra, teve a sua origem em outros mundos a milhares de anos, a exemplo de Nibiru, Capela, Tau Ceti, Boronak, Sirius Beta, Rigel, Markab e outros que residem aqui. Assim os espaciais irmãos planetários estão sondando e identificando seus antigos irmãos e buscando elevar a consciência humana deles para efetuar o contato, onde os ensinamentos da espiritualidade, da paz, amor, harmonia são importantes como chave para um encontro pacífico, mas íntegro, a diferença do que foi desenvolvido no passado pelas forças dominantes, que tinham vencido a Federação em poderosas batalhas, a exemplo da situação do Sr. Ubiratan sobre George Lucas, Spielberg e o seriado Jornadas nas Estrelas. Existem formas de vida alienígenas, como os Alfa Dracos, que têm relação com muitas das nossas antigas divindades, que escravizaram o ser humano, a exemplo das lendas assírias, egípcias, babilônicas, Sumerianas, Incas, Toltecas, Navarros, Kaunas e da Ásia, onde podemos falar das citações do Rig Veda, Ramayana e o Mahabharata, todos relatando as lutas entre a luz e as trevas, onde as trevas muitas vezes corrompem o ser humano. Portanto, verificamos que realmente muitas ramificações do governo secreto ligados ao Projeto Majestic 12 onde o sub projeto Blue Book e Aquarius criaram uma falsa imagem do Comando Ashtar de forma intencional. Assim coloco público que o verdadeiro contato com entidades espirituais ou extraterrestres deve ser feita através da intuição do cardíaco e do amor, sejam eles do Comando Ashtar, como os Mestres, pois a tecnologia dos Grays e dos Draconianos, permite criar hologramas de todos eles e com isso manipular as pessoas que acreditam estarem contatando um ser de luz ligado ao foco Crístico, o que muitas vezes é um engano. Outro ser que tem sido questionado, por exemplo, é sobre a egregore de Saint Germain, que ao se tornar pública acabou por ser manipulada e usada de forma arbitrária por muitas pessoas, assim fica apenas dentro da nossa intuição separar o Joio do Trigo, como as escrituras e os Mestres de Luz nos deixaram escrito e verbalizado a centenas de anos. Ashtar é um ser de luz ligado a Jesus, comandante em chefe da frota de Merkabas de luz, mas existem falsos comandantes que já se comunicaram com cerca de 2300 pessoas no planeta, que corromperam muitos aspectos e o teor da mensagem de luz deixada pelos nossos irmãos mais amadurecidos, sem as nossas limitações sensoriais devido à barreira de freqüência e amnésia espiritual, que está sendo removida gradualmente por decreto do Conselho Cármico. Assim meus amigos, ao lerem qualquer coisa referente aos mestres, ao Comando Estelar e em geral, permitam que a sua espiritualidade mediante a intuição lhes indique o verdadeiro caminho e energia do que estão lendo e captando, só assim poderão deixar de ser enganados.
Existem cerca de 4 milhões de Grays no orbe terrestre entre as bases lunares e subterrâneas da Terra, além das realidades paralelas no Umbral, que são na realidade uma forma biológica clonada a partir dos Zetas, que foram manipulados pelos Alfa Dracos do Império de Órion a milhares de anos em nossa cronologia, próximos a Rigel e no sistema Órion que fica atrás de Mintaka, uma das 3 Marias de Órion.
Portanto, verificamos que a partir das revelações do nosso amigo Eugênio Siracusa, todas as pessoas acreditavam, que as naves avistadas eram do Comando Ashtar, o que é um grande engano, que tem se prestado para questionar a intenção desses seres, que em muitos casos estão ligados a abduções e maus-tratos com animais em pesquisas, muitas das quais a CIA é responsável, mas não são seres do Comando Ashtar, por terem um vínculo Crístico e respeito à vida, como nas diretrizes da Loja da Luz dos Mestres Ascensos. Outro aspecto é que muitas das nossas lojas da luz, com o tempo foram corrompidas por pessoas e magos negros infiltrados, o que a história nos mostra claramente, tanto nas instituições religiosas como na política, o mesmo ocorreu com algumas delegações físicas ligadas à Federação que utilizaram ilegalmente o nome de Ashtar.
Assim, oriento a todas as pessoas que possuem dúvidas sobre esta questão da real intenção dos seres do Comando Ashtar, que são nossos irmãos espirituais, que meditem e deixem seus corações indicarem a postura a ser colocada, saibam, no entanto que atualmente desde 1994 o Comando Ashtar não mais utiliza essa designação em seus contatos com os grupos mais recentes, devido a egrégore ter sido manipulada, somente os antigos contatados que podem se projetar em outras realidades, além do plano astral, ainda contatam essa egrégore, por estarem cientes da verdade, tenho estado em muitas reuniões do Conselho Estelar em nosso Sistema Solar, onde Sananda e Kwan Ying (Kwaning) entre muitos outros Mestres, tem estado presentes, trabalhando nos procedimentos da mudança orbital e energética do nosso Sistema Solar, não apenas da Terra como muitos acreditam. Assim como Canal telepático dos Mestres da Fraternidade Branca, que me transmitiram 21 obras até o momento em 3 anos, deixo exposto que somente através do vosso coração e intuição poderão descobrir a verdade, pois esse é o único caminho que separa o joio do trigo, devido aos padrões vibracionais que são emitidos pelas nossas moléculas, que também estão inseridas na estrutura mental e emocional dessas entidades, seja das trevas ou da luz. Poderíamos abordar este tema pela termodinâmica, quântica e outros aspectos, mas deixo isso para outra eventualidade.

http://rodrigo-romo.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acompanhar este Blog

CD e DVD "CAMINHOS DA MÚSICA"